sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Onde vamos parar?


Olá caros amigos.

Está difícil escrever este blog como foi proposto na mensagem anterior.
As notícias estão cada vez piores.
Polícia em greve e jovens seqüestrando ex-namorada.
O que posso dizer é que apóio a Polícia Civil. Creio que todos nós temos direito a um salário digno.
Porém, sou a favor... a favor do direito do cidadão ter a quem recorrer quando acontece algum problema, e isto em qualquer circunstância.
Quanto ao rapaz e às garotas: ser capaz de atirar em alguém desarmado é covardia.
Ainda não sei qual o resultado.
Com esta "brincadeira" perderam a moral, perderam a ética... perderão a vida? E será que conseguirão chegar ao que queriam, ganhar os 15 minutos de fama? Isto, você pode ter certeza que sim.
Amor é algo muito maior, melhor podemos dizer que ele não entendeu esta palavra.
Amar é ser capaz de aceitar o sofrimento para dar ao outro a liberdade de escolha.
É como dar Felicidade.
E Felicidade tem um preço muito alto.
Só tem Felicidade quem dá Felicidade.
"É dando que se recebe", São Francisco de Assis.

Karina Moreti de Camargo, é jornalista graduada pela Universidade do Sagrado Coração – USC, Bauru.

4 comentários:

Vera Lúcia disse...

Karina!!!!
Aprendi que amar não significa transferir aos outros a responsabilidade de me fazer feliz.
Cabe a mim a tarefa de apostar nos meus talentos e a realizar os meus sonhos.
Beijos
Te amo filha.
Vera Lúcia

Luiz Augusto disse...

Karina, parabéns! Muito bacana vc compartilhar seus sentimentos aqui conosco, ainda mais dessa forma tão proveitosa. Beijos! Luiz Augusto

Rogerio disse...

Ola Karina parabéns pelo seu Blog.
Gostei muito da sua proposta, estou de acordo.

Um Grande Abraço

Rogerio L Santos Tutti

naoconcordo.com disse...

Olá. Você sabe que sou seu fã. Tenho tendência a pensar, talvez por intuição, que você está mais madura a partir de hoje. Tenho a impressão de que se livrou de um peso, em especial à sua consciência - que deve navegar livre pelos mares do saber da nossa tão instigante quanto gratificante profissão. Bem vinda ao mundo dos jornalistas! Beijo no coração.